28 agosto 2013

Sessão Pipoca: Wolverine: Imortal



Nome: Wolverine: Imortal

Duração: 2h  6 min
Lançamento: 26 de julho de 2013
Dirigido por: James Mangold
Gênero: Ação
Sinopse: Após matar Jean Grey (Famke Janssen) para salvar a humanidade por ela não conseguir controlar os poderes da Fênix, Logan (Hugh Jackman) decidiu abandonar de vez a vida de herói e passou a viver na selva, como um ermitão. Deprimido, ele é encontrado em um bar pela jovem Yukio (Rila Fukushima). Ela foi enviada a mando de seu pai adotivo, Yashida (Hal Yamanouchi), que foi salvo por Logan em Nagasaki, no Japão, na época em que a bomba atômica foi detonada. Yashima deseja reencontrar Logan para fazer-lhe uma proposta: transferir seu fator de cura para ele, de forma que Logan possa, enfim, se tornar mortal e levar uma vida como uma pessoa qualquer. Ele recusa o convite, mas acaba infectado por Víbora (Svetlana Khodchenkova), uma mutante especializada em biologia que é também imune a venenos de todo tipo. Fragilizado, Logan precisa encontrar meios para proteger Mariko (Tao Okamoto), a neta de Yashida, que é alvo tanto de seu pai, Shingen (Hiroyuki Sanada) quanto da Yakuza, a máfia japonesa.





O filme com certeza possui de cenas de ação repletas de efeitos especiais, como já somos acostumados a ver nos filmes anteriores, porém neste filme há uma presença maior de momentos mais calmos. Particularmente, eu não gostei muito da história, é como se ela fosse totalmente desconexa com a história do wolverine, mas no final vemos o motivo de tal "desvio". O filme pra mim não foi bom, poderia ter sido bem melhor, as únicas coisas que salvaram do filme foram as cenas de ação, o resto não me convenceu. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

FOLLOW ME @RAYANAAG

(C) 2014 - Layout desenvolvido por Rayana Aguiar - Tecnologia Blogger
Código de postagens recentes por Janaína Poderon